quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Adivinhem quem não vai jogar

Ronny, da União de Leiria foi o único contemplado com a cartolina amarela por parte do árbitro Setubalense (um autentico viveiro ...) Luis Reforço.

Coincidência das coincidências, foi o 5º amarelo para Ronny o que o priva de defrontar esta noite a agremiação corrupta.

O mesmo estratagema foi utilizado para o encontro frente ao Vitória de Setúbal, com o castigo a Sandro, André Pinto e Ney.

11 comentários:

Anónimo disse...

ó anti-lampiao, o carlos martins tb nao vai jogar. lol. a sério, deixa-te disso!

Tasqueiro Emigrante disse...

A favor da "Verdade Desportiva" tal como os benfiquistas pedem, assinem esta petição para termos um campeonato mais justo:


http://www.petitiononline.com/VD1/petition.html


PELA VERDADE DESPORTIVA DO SRº RUI SANTOS E LUIS FILIPE VIEIRA !!!

Anónimo disse...

essa petição é de rir. lol.

Luís disse...

Não deixes a droga não.

Luís disse...

E já agora:

http://www.youtube.com/watch?v=odz_FonzVKQ

Sumaríssimos? Zero, repito, zero!

Lamps são burros disse...

será analisado logo depois do lance em que o luisinho pontapeia o colega de profissão que está deitado à sua frente

Anónimo disse...

até na intercalar jogam em superioridade numérica !!

mas desta vez não chegou

O Belenenses começou da melhor maneira o Campeonato de Primavera da Zona Sul da Liga Intercalar, ao vencer esta quarta-feira à tarde, o Benfica por 1-0. O tento dos azuis foi marcado aos 33', pelo camaronês Yuyun, de 20 anos, que se encontra à experiência na formação do Restelo.



O jogo foi equilibrado, com oportunidades para os dois lados. Na segunda parte, a formação da Luz tentou o tudo por tudo para pelo menos igualar o jogo. No entanto, apesar dos azuis terem ficado reduzidos a 10 elementos, após a expulsão de Gonçalo ao minuto 83, o Benfica não conseguiu ultrapassar a defesa contrária.

Mestre Alves disse...

In Jornal O Jogo hoje:


Jogo Final

A Bola corre o risco de deixar de ser redonda

MANUEL TAVARES

O director de A Bola, Vítor Serpa, pode ficar descansado quanto ao pãozinho da equipa de O JOGO: recebemos sagradamente, uns dias antes do fim de cada mês, e já agora adianto-lhe que a empresa proprietária deste jornal fechou o ano de 2009 com lucro -- pequeno mas lucro. Nos dias que correm...

Portanto, as manchetes que publicamos não têm que ver com qualquer necessidade, apenas com factos sejam eles pintados da cor que for. Por isso insisto na manchete da edição de anteontem: as imagens que pudemos ver domingo passado na SIC negavam a capa de A Bola do passado dia 3 de Janeiro, a qual reflectia um texto em que o jornal da Travessa da Queimada garantia que nas imagens do túnel da Luz se via um pontapé de Helton "no baixo ventre do coordenador dos stewards" e que essas mesmas imagens "mostram claramente" (sic) agressões de Fucile e Rodriguez a outro dos funcionários de segurança.

Como todos nós, adeptos do futebol, pudemos ver e rever as imagens em questão, abstenho-me de outros comentários para além deste: só vê as agressões que A Bola viu quem for daltónico.

Não me vou embrenhar no discurso ditirâmbico das virgens ofendidas do tempo em que o jornalismo desportivo era A Bola e o resto paisagem. Fica aqui apenas o meu ponto de vista sobre essa questão maior da cidadania: compreendo a subserviência de quem tem fome, mas não a entendo quando ela deriva de causas humanas mas menores como o clubismo.

Anónimo disse...

Pessoas daltónicas!
O daltonismo (também chamado de discromatopsia ou discromopsia) é uma perturbação da percepção visual caracterizada pela incapacidade de diferenciar todas ou algumas cores, manifestando-se muitas vezes pela dificuldade em distinguir o verde do vermelho. Esta perturbação tem normalmente origem genética, mas pode também resultar de lesão nos órgãos responsáveis pela visão, ou de lesão de origem neurológica.

O distúrbio, que era desconhecido até o século XVIII, recebeu esse nome em homenagem ao químico John Dalton, que foi o primeiro cientista a estudar a anomalia de que ele mesmo era portador. Uma vez que esse problema está geneticamente ligado ao cromossomo X, ocorre mais frequentemente entre os homens (no caso das mulheres, será necessário que os dois cromossomas X contenham o gene anômalo).

Os portadores do gene anômalo apresentam dificuldade na percepção de determinadas cores primárias, como o verde e o vermelho, o que se repercute na percepção das restantes cores do espectro. Esta perturbação é causada por ausência ou menor número de alguns tipos de cones ou por uma perda de função parcial ou total destes, normalmente associada à diminuição de pigmento nos foto receptores que deixam de ser capazes de processar diferencial mente a informação luminosa de cor.
Õ que isto quer dizer é que o facto de as pessoas daltónicas não terem uma visão que lhes permita distinguir as cores... não significa que não consigam perfeitamente distinguir um jogador de um funcionário e perfeitamente as feições das pessoas... vêm perfeitamente um punho de uma pessoa ou a ponta de um pé atingir outro individuo...
Acho um perfeito disparate e brutal atrocidade que o Sr. escreveu que ofende as pessoas com essa característica visual... repudio totalmente a brutal ignorância que o Sr. tem por as pessoas daltónicas que as venha para aqui a ofender sem nem sequer saber o que essa doença é na realidade...
De um benfiquista que supostamente devia ser analfabeto bêbedo e bater na mulher ... estimo muito que o Sr. se foda e vá levar no ilho do cu!

Anónimo disse...

esse lamp deve-se identificar com os irmãos Dalton do Lucky Luke

Anónimo disse...

NÃO NÃO... É MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUSGO.
COM O MUSGO DA CONA DA TUA MÃE!!