quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Hipócritas

Então os seguidores do clube que o AC Milan utilizou para fazer um jogo treino, já acham que não é necessário ter espaço de repouso entre os jogos?

Vamos recordar os factos.

Os rosinhas foram prestar vassalagem aos campeões da Europa, 3º feira às 19h45.

O Braga, a quem desejamos as maiores felicidades para logo e para domingo !, vai jogar esta tarde às 18h. Assim, os rosinhas aprestam-se a defrontar o seu adversário de domingo com mais 48 horas de repouso.
É certo que, para o S. C. de Braga, o intervalo entre os 2 jogos é de 72 horas, e esse é o intervalo mínimo estipulado pela UEFA e nós, ao contrário dos rosinhas, gostamos que se cumpra a lei, MAS este é precisamente o período de descanso que levou à histeria generalizada da gentinha que segue o clube do doping, por altura da visita do Leiria a Israel.

Mas enfim, já nada nos espanta, estamos acostumados a que qualquer disparate sirva para os rosinhas darem umas marradas no seu muro das lamentações.

Hipócritas!

7 comentários:

Cruz Azul disse...

grande belem !!!!!!

Anónimo disse...

Ministério Público travou PJ no caso Mantorras
DOLORES SILVA / o jogo

Jorge Manuel Mendes era beneficiário de conta nas ilhas Caimão


Nuno Miguel Maia

A Polícia Judiciária (PJ) queria prosseguir a investigação do designado caso Mantorras, em que eram visados o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e os empresários Jorge Manuel Mendes e Paulo Barbosa, mas o Ministério Público de Lisboa optou por arquivar o caso sem atender a uma proposta de quebra de sigilo bancário de duas contas sedeadas em paraísos fiscais. Em causa estava a averiguação da identidade dos verdadeiros beneficiários de cerca de 750 mil euros provenientes da venda, ao Alverca, de 50% do passe do futebolista que ainda eram propriedade da empresa de Jorge Manuel Mendes.

Esta foi uma das divergências implícitas entre a PJ e o Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) do MP de Lisboa, liderado pela procuradora Maria José Morgado. Outra foi a circunstância de, no despacho final do processo, datado de 6 de Setembro, o MP apenas ter apreciado o eventual crime de participação económica em negócio enquanto a PJ catalogou a investigação em redor também do ilícito de peculato e eventual fraude fiscal.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, a PJ estava a averiguar todos os fluxos financeiros decorrentes dos direitos sobre o passe do jogador angolano - sobre o qual, recorde-se, houve a suspeita de que Vieira se teria apropriado de parte das verbas, por ter sido dono de 60% do passe e ter tido intervenção no negócio enquanto líder do Alverca e gestor do Benfica - e deparou-se com uma declaração falsa por parte de Jorge Manuel Mendes, que seria descoberta após o levantamento do sigilo bancário de uma conta das ilhas Caimão da "off-shore" "Almond".

Conta descoberta

Por 50% do passe de Mantorras, este empresário recebeu 1,6 milhões de euros e desse dinheiro transferiu 750 mil euros para a referida Almond. De seguida, fez constar na contabilidade da PGD, a sua empresa portuguesa localizada em Coimbra, que essa verba seria para pagar a um empresário do Paraguai de nome Francisco Ocampo, com vista à aquisição de parte dos direitos de dois jogadores paraguaios.

Acontece que, depois destas declarações de Mendes no processo, o sigilo bancário da conta da Almond nas ilhas Caimão foi levantado e a PJ descobriu que os titulares da conta eram o próprio empresário e a mulher e não qualquer emissário do Paraguai. Confrontado pela PJ com esta descoberta da investigação, Jorge Manuel Mendes remeteu-se ao silêncio.

Dinheiro repartido

No mesmo procedimento de quebra de sigilo, os investigadores detectaram que os 750 mil euros foram desdobrados em duas tranches de 324 mil euros que seriam transferidas para contas de duas outras sociedades de paraísos fiscais a Minshall Management Inc. e a Hervey Management Ltd. As contas destas duas entidades estavam sedeadas em Caimão e na Zona Franca da Madeira. Razão pela qual a PJ sugeriu nova quebra de sigilo, a fim de conhecer os verdadeiros beneficiários do dinheiro e eventualmente confirmar se seriam Jorge Manuel Mendes e um sócio, que entretanto foi viver para o Brasil e nunca foi encontrado pela investigação.

Só que o MP acabou por ignorar esta proposta e optou por arquivar o caso. Conforme o JN ontem noticiou, um dos principais argumentos foi o facto de não terem sido encontrados sinais de fluxos financeiros indiciadores de que Vieira possa ter ganho dinheiro ilicitamente com os negócios de Mantorras. Isto apesar de DIAP de Lisboa ter classificado como sem qualquer credibilidade a versão de Vieira no que toca à data de um contrato de cedência, ao Alverca, de 60% dos direitos sobre o passe de Mantorras de que era detentor em nome pessoal.

Curiosamente, o CM de hoje dá uma notícia sobre outro "muro" que o MP levantou em relação à investigação da PJ sobre o caso JVP-José Veira-Sporting.
Não há maneira de chegar a uma conta no Luxemburgo para saber para onde saiu algum dinheiro das tais comissões ou direitos que estão no cerne das questões.

O Ministério Público, zeloso nuns casos dourados, gosta de embaraçar certas investigações em curso pela PJ. Depois dizem que é a PJ do Porto que está em guerra com a PJ de Lisboa e coisitalis.

Anónimo disse...

Recomendo vivamente a página 11 do Jornal de Noticias de 21 de Setembro de 2007.

Anónimo disse...

Esqueceste-te de uma coisa,palhaço!

O Leiria pediu adiamento, o Braga não!!!

O teu clube de MERDA recusou... o Benfica nem se quer foi consultado!

Mas como és burro como um cepo confundes as coisa.

João Coimbra... quero-te ouvir a falar do João Coimbra outra vez, BURRO!!! LOL

Henrique disse...

o teu neurónio deixou de funcionar. o Leiria pediu o adiamento fora do prazo.
consegues entender isso ? ou é demasiado para ti ?

Anónimo disse...

O Henriquinho...

Pois... agora lá inventaram mais uma bela desculpa. Pena que só apareça várias semanas depois.

Já agora que tal falarem do Paços de Ferreira que teve as mesmas horas de descanso que o Braga? E que tal falarem que há jogos para todos os clubes na quarta, para a taça da Liga?

LOL a PORKAlhada DOURADA é só rir!

Anónimo disse...

"Agora sim, Portugal deixou de existir.
OS CORRUPTOS DO FCPORTO GANHARAM...