domingo, 22 de fevereiro de 2009

Carolina segue exemplo de Orelhas

Seguindo o recente exemplo do autor/criador do livro "Eu, Carolina", foi detida por não ter cumprido as notificações para comparecer em tribunal, que iam para a sua casa de Vila Nova de Gaia.

O major Figueiredo, porta-voz do Comando Territorial de Portalegre, confirmou, ao JN, que militares do posto da GNR de Cabeço de Vide deram cumprimento a um mandado de detenção e condução, emitido pelo Juízo Criminal do Porto. De acordo com este militar, a justificação do mandato deveu-se à falta de comparência a uma audiência em tribunal.

Foram os próprios militares da GNR de Cabeço de Vide que trouxeram Carolina Salgado para o Porto, onde começou a ser ouvida, pelas 14.30 horas, no Tribunal de Juízo Criminal do Porto

9 comentários:

Anónimo disse...

"Abre os olhos Olegário, quando a bola é cortada com o braço, é penalty no meu dicionário ... "

Anónimo disse...

Sábado, 21 de Fevereiro de 2009
Fundamentalismo anti-Porto

Olhando para o título deste artigo e para a foto anterior, poder-se-ia pensar que iria escrever um texto sobre os "talibans" da comunicação social lisboeta, onde avultam nomes como Alfredo Farinha, Rui Cartaxana, José Manuel Delgado, João Querido Manha, Jorge Baptista ou Octávio Ribeiro.

Puro engano. Este texto é sobre os "moderados", aqueles que vendo a realidade com óculos verdes e vermelhos, não tinham por hábito deixar extravasar o seu anti-portismo nas prosas que escreviam. E digo não tinham porque isso está a mudar, conforme se constata nos dois exemplos seguintes.


«António Oliveira avisou que a eliminação do Vitória de Guimarães era a mesma coisa que arrebatar o Euromilhões, fazendo contas a uma frutuosa distribuição da receita de bilheteira aquando da visita ao Estádio do Dragão. O dirigente dos tricolores, estranhamente, nunca falou na possibilidade de o clube chegar à final, vencê-la, e aí sim, embolsar um milhão de euros. Bem vistas as coisas, quem ganhou o Euromilhões foi o FC Porto. Mandou Tengarrinha para a Reboleira e já garantiu a contratação de um tal Silvestre Varela. Isto, claro, se Varela não estragar o negócio em plena meia-final...»
João Rosado, DN, 20/02/2009

Para o ex-responsável em 'O JOGO' da secção do SLB, comentador da SportTv e agora também jornalista do DN, é "estranho" que antes de disputar os quartos-de-final da Taça de Portugal, o presidente do E. Amadora apenas tenha falado na perspectiva de receita que resultaria da vitória nesse jogo.
Será falta de ambição?
Não, é suspeição, ao velho estilo vocês sabem do que eu estou a falar. Lendo o texto completo, percebe-se que a insinuação subjacente é que dadas as boas relações com o FC Porto, o E. Amadora irá facilitar nos dois jogos das meias-finais. Será isso que está na cabecinha deste João Rosado (será mais um João Avermelhado)?
Já agora, e fazendo o paralelo com a Liga dos Campeões, não será suspeito o facto de os dirigentes do FC Porto e Sporting não terem já feito contas ao que ganhariam na LC se chegassem à final?


«Negativo - Jorge Sousa terá estado bem no golo invalidado ao Paços, mas o penálti resulta de um carrinho perfeitamente lícito de Ricardo, que só depois entrou em contacto com as pernas de Hulk.»
Nuno Madureira, DN, 21/02/2009

Ou seja, segundo o director-adjunto do site Maisfutebol, o árbitro "terá estado bem no golo invalidado ao Paços" (terá, porque ele ainda tem dúvidas), mas no penálti claríssimo sobre o Hulk, que os ex-árbitros do 'Tribunal de O JOGO' consideram inequívoco, ele acha que é "um carrinho perfeitamente lícito".
Pois, este artista não vai de carrinho, por este andar ele vai é um dia destes cair de pára-quedas num sitio melhor que o Maisfutebol...

Temos de estar preparados para a "guerra" total, até porque, do outro lado, já não há "moderados"...

In reflexãoportista

Allez Sporting disse...

Inchem lampiões !!!
LIEDSSON

Anónimo disse...

22-02-2009 LABAREDAS

Há penáltis e penáltis

É a velha história dos «ses». Se, por exemplo, um jornalista for isento, consegue ver para lá da barreira clubística que lhe pode tolher as ideias. Se não o for, condena-se à falta de rigor perene. O Labaredas leu com agrado que o cronista de O Jogo presente ontem em Alvalade coloca um ponto de interrogação no derby. É sempre bom questionar! E se?

«Quem sabe como se portaria um Benfica em vantagem?». Ninguém sabe. Curioso é que a mesma dúvida não lhe tomou a mente nos dias subsequentes ao F.C. Porto-Benfica, depois de Lucho ter sido rasteirado ainda na primeira parte e com um nulo no marcador. É certo que não esteve escalado para a crónica em questão, mas entretanto já escreveu sobre o tema. E se a ocorrência tivesse sido de sentido inverso?

O Labaredas também gosta de desenhar cenários. E se o resultado de ontem fosse radicalmente oposto? E se em jogo estivessem outros intervenientes? Podemos estar aqui a disparar «ses» até 2093, ano em que o F.C. Porto cumprirá o segundo centenário e continuará a ser seguramente o melhor, mas o certo é que ninguém leu algo semelhante acerca do encontro do Dragão saído da mesma pena.

Faz sentido. Tem a ver com um estilo de jornalismo muito em voga nos meios lisboetas, mas que não se ensina nas universidades. Basicamente, o Labaredas acha que é tudo «Farinha do mesmo saco». Só assim se concebe que não se considere «muito normal» que sejam marcadas grandes penalidades a favor do F.C. Porto

Anónimo disse...

A blogosfera portista devia ajudar a divulgar os diversos "LABAREDAS" ???

SEM DUVIDA.

Anónimo disse...

3 Os processos vão sendo sucessivamente arquivados contra Pinto da Costa. Só avançará o "caso do envelope" ao árbitro Augusto Duarte, alegadamente recebido em casa do presidente do FC Porto na véspera de um jogo com o Beira-Mar, na época 2003/04. Tudo isto significa pelo menos duas coisas: a primeira, e essencial, que convém o Ministério Público arranjar provas antes de acusar alguém; segundo, que os julgamentos públicos são apenas uma parte da nova sociedade que construímos - e ainda bem que assim é. Mesmo quem, como eu, vê personificados no dirigente desportivo Pinto da Costa (e Valentim Loureiro, e Pimenta Machado) muitos dos males do futebol português não pode deixar de perceber que houve aqui uma tentativa de claro linchamento do ser humano.

Sejamos justos: a senhora Carolina Salgado, testemunha credível para acusar Pinto da Costa, o homem com quem viveu durante quase seis anos, não foi sequer processada quando no seu livro diz muito claramente que foi ela quem fez os contactos para mandar sovar um vereador de Gondomar, de seu nome Bexiga. O homem acabou, certamente por sorte, vivo, apesar de barbaramente agredido, mas a senhora ficou impune e tornou- -se numa estrela do jornalismo-benfiquista militante. Diz agora um juiz que o testemunho não é credível. Ou seja, afinal a justiça tem lógica.|

João Marcelino in DN de 14/02/09

--------------------------------

Estou sem palavras....

Anónimo disse...

SER BENFIQUISTA É TER NA ALMA A CHAMA IMENSA !!!

...vai comer merda !!!!!

Anónimo disse...

26 Fevereiro 2009
Prioridade - cerrar fileiras e apoiar quem nos defende.
Por Miguel Teixeira

No flash-interview a seguir ao jogo no Vicente Calderón uma das questões do jornalista a Jesualdo Ferreira foi se para o ano este estaria no FC Porto. O jornalista podia ter feito 250 perguntas diferentes mas preferiu fazer o trabalho encomendado de tentar desestabilizar o nosso treinador e balneário. A pouco menos de dois meses de terminar a época em Portugal, os jornais não querem saber os motivos do sucesso do trabalho do Professor por este ser o timoneiro de uma equipa que vai em 1º na Liga Sagres, que passou em 1º do seu grupo da LC e que deu um banho de bola em Madrid. Quiseram saber se o Professor teme a substituição por Jesus, Bento ou o Zé da Esquina.

Já devíamos estar habituados a estas encomendas, mas pelo que tenho lido na blogosfera e sobretudo pelas conversas em que participo com outros Portistas, parece que existem adeptos que ainda não perceberam o alcance dos boatos que os media estão a cozinhar. Esta é uma conversa que só interessa ao Benfica. Não interessa ao Sporting porque estes também não estarão interessados no assunto da substituição do treinador. Interessa apenas e exclusivamente aos benfiquistas e alguns de nós vão atrás da cantiga discutindo nomes para um lugar que está ocupado por um treinador Campeão.

Não se discute a substituição de Quique - um treinador medíocre, demasiado valorizado e que treina uma equipa que custou milhões. Os jornais não querem discutir a substituição de um treinador que semana sim, semana não, se oferece a todas as equipas de Espanha. Não querem discutir os erros de casting do pseudo melhor director desportivo do mundo. Não querem discutir as opções tácticas de quem treinando uma equipa que até ver “luta” – e que bem que eles lutam… – pelo titulo nacional joga com autocarros no seu próprio Estádio. Não querem discutir que provavelmente o Benfica para o ano recomeçara a construção das suas habituais equipas maravilha de Agosto. Não querem discutir nada disso. Querem discutir a substituição de Jesualdo. Querem colocar este na reforma antecipada e lançar um boato que fere a equipa que poderá uma vez mais colocar o clube do regime na sua habitual travessia do deserto.

E o que fazem alguns Portistas? Assobiam o nosso treinador Campeão e juntam-se ao coro encomendado pedindo e lançando os nomes que a imprensa lhes serve.

Pois eu, que não sou mais nem menos portista do que ninguém que tenha o Dragão no coração, sou da opinião que Jesualdo deve ficar mais uma época. Quero a continuação do bom trabalho. Quero que o processo evolutivo de alguns jogadores como Cissokho , Hulk , Rodriguez , Rolando, Fernando, Guarín, Rabiola, Diogo Viana, Stepanov, Ventura e outros esteja nas mãos dele. Não quero uma razia do plantel no próximo ano. Não quero novas ideias, novos jogadores, novas estratégias. Quero Jesualdo. Não quero o Jesus, o Bento ou o Zé da Esquina. Quero o Jesualdo. Quero estabilidade na direcção técnica.

À SAD, mais do que nós, compete oferecer essa estabilidade. Compete definir o futuro próximo, apoiando quem lá está e não promovendo com o silencio outros treinadores que aparentemente vendem mais jornais com as suas tiradas do "isto mete nojo". O silêncio da SAD em relação a esta matéria – já nem falo de outros assuntos – ajuda a que os media continuem o seu trabalho de desestabilização. É premente uma posição de força e não míseras labaredas lançadas para o ar. É necessário que a nossa política de comunicação seja mais assertiva, combativa e que meta esta gente no seu lugar. É tempo de cerrarmos fileiras contra o inimigo. É tempo de sermos novamente o FC Porto que não se calava perante as injustiças, as campanhas corrosivas dos media ou o veneno dos corruptos encarnados.

Mas cala-se. Pede-se a Jesualdo que defenda o bom nome do FC Porto, que treine, que seja campeão, que chegue aos Quartos de Final da LC, que vença a Taça de Portugal e a Taça dos feijões. A Jesualdo pede-se tudo, inclusive que defenda uma estabilidade que está a ser minada até por dentro. Sabemos que alguns empresários já andam mandatados para trazer mais contentores. Sabemos que estes querem saber quem será o próximo treinador para começar o seu lobbie, avançar com as luvas e sugestões de jogadores.

Sabemos que eles têm de saber. Os vídeos tem de ser feitos e as capas de jornais têm de ser compradas para lançar contratações para a ribalta. Sabemos isso tudo. A SAD sabe mas parece não querer saber. A SAD tem deixado que nos chamem de corruptos. Agora, em pleno mês de Fevereiro, vai deixando que se façam previsões sobre a liderança técnica da próxima época. Deixa e não devia deixar. Cala-se e não se devia calar.

Apoiar Jesualdo deve ser a prioridade de todos nós. Apoiar a continuidade de um projecto vencedor, personalizado e combativo.

Deve-se premiar o campeão. Deve-se ajudar quem nos tem defendido contra tudo e contra todos em matérias que nem são da sua responsabilidade. Deve-se. Deve-se. Deve-se, porque lhe devemos isso.

O meu treinador para a próxima época? Jesualdo Ferreira.

PS.1 – escolhi este assunto porque sei aquilo que nos estão a preparar através das "Cofinas". Não serei o único, pelo que já era tempo de os outros que sabem, os que decidem, os que gerem os destinos do nosso Clube meterem mão nos boatos que para aí andam. É tempo de defender quem nos tem defendido. É tempo de cerrar os dentes. As capas que estão a ser preparadas em Lisboa vão dar razão a esta minha opinião. Serve para estarmos todos alerta. Unidos em redor do nosso treinador e não ansiando por outros que ainda não ganharam "nada" e que actualmente defendem outros emblemas. Para esse peditório não largo nem mais uma moeda. Fica o alerta. Espero que este texto sirva para ajudar a colocar uma pedra no assunto.

PS.2 – fiquei de abordar o assunto FCP TV, mas compromissos profissionais têm-me impedido de escrever com a assiduidade que desejaria. Continuo a entender que necessitamos urgentemente de um veículo próprio de informação, feito por Portistas para Portistas. Parece que dentro da SAD começam a existir pessoas que acham o mesmo. Ainda bem. Esperemos que essa seja uma realidade a curto prazo. Quero acreditar que sim.

"portistasdebancada"

Anónimo disse...

F.C.Porto, vítima da sua competência, organização e profissionalismo.





Se em vez de verem no F.C.Porto, o império do mal, um clube tenebroso, capaz das tramas mais diababólicas e parassem para pensar... Se em vez de terem a cabeça cheia de mentiras, muitas vezes repetidas e reflectissem, sobre o seu anti-portismo primário, muitos veriam claramente, a excelência da organização, a competência, a dedicação e o profissionalismo, do futebol portista e veriam mais: a capacidade para antecipar os acontecimentos. Vem isto a propósito da gritaria que já vai por aí, sobre o facto, primeiro: pedido de antecipação do jogo contra o Sporting, para a Liga Sagres. Depois, o adiamento do jogo da Taça de Portugal, contra o Estrela da Amadora.
Vamos por partes: depois de ter passado às meias-finais da Taça, se o possível adversário do Tricampeão, fosse ou o Estrela ou outra equipa - excluindo Benfica e Sporting, porque jogam esse fim-de-semana a final da Taça da Liga -, com quem o F.C.Porto mantém boas relações, é óbvio, que o clube da Invicta, teria procurado que o jogo fosse a 22 de Março, data em que não há jogos oficiais, para além da disputa do Troféu Carlsberg e não necessitaria de antecipar o jogo contra a equipa leonina, para o próximo sábado. Jogaria naturalmente no domingo e continuaria a ter mais 24 horas de descanso em relação à equipa de Paulo Bento. Como havia a possibilidade de o adversário ser o Vitória de Guimarães - até era o favorito - e como é público, o F.C.Porto não tem, nem quer ter, nenhum tipo de relacionamento com o clube da Cidade Berço, os Dragões trataram de antecipar para sábado, o jogo contra os leões.
Estas coisas têm de ser feitas com tempo e não em cima da hora. Por isso o jogo da Liga Sagres é sabado e não domingo. Já não se pode voltar atrás, mas como nas meias-finais da Taça de Portugal ainda havia a possibilidade de adiar para 22 de Março e como o Estrela esteve de acordo...tudo bem, tudo legal, tudo cristalino e tudo transparente...menos para aqueles que vêem fantasmas em tudo que se relaciona com o F.C.Porto.
Continuem a ver a árvore e não a floresta. Continuem a pensar que os culpados das vitórias de F.C.Porto, são os árbitros, o sistema ou tudo que quiserem...vão, não tenham dúvidas, continuar a olhar para cima e a ver, no alto do pódio, o Dragão e a sua Imensa Chama...Podemos até, circunstancialmente, perder, mas a regra será: F.C.Porto em 1º e depois os outros...

Blogue dragãoatéàmorte